Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisAntonio Emilio Klébis
PORTA ABERTA A quem está em busca de respostas. (Um testemunho de vida) REVELAÇÃO Ao iniciar esta leitura, gostaria muito que o Espírito Santo removesse de teu coração, todo embrutecimento que o dia a dia causa, e lhe transportasse a um lugar tranqüilo e sereno, algo como arvores, canto de pássaros e sossego, e que colocasse em seu coração, o desejo sincero de receber a revelação do plano de Deus para sua própria vida, e que você estivesse aberto à voz de Deus, falando aos ouvidos do seu coração. Como você, eu busquei muitas coisas na vida, tudo o que se poderia desejar: riqueza, posição social, família estável, mas, ao encontrar algumas destas coisas, eu percebi que eram insuficientes para me fazerem realizado. Eu estava com um bom emprego, tinha uma ótima família, tinha muitos amigos, casa, carro, era membro ativo na Igreja como líder da Pastoral Social, isto durante cinco anos, realizava muitas obras sociais, como me ensinava a Igreja, como me ensina meus pais, avós, uma vida resolvida aos trinta anos de idade. Na verdade, eu sempre tive o desejo de encontrar a Deus, e tudo o que eu fazia era com o propósito de me aproximar dele, e trabalhei duro nesta busca, todos os dias da semana, porque eu não tinha encontrado a felicidade que procurava, o que tinha na família, na vida, na Igreja, não me satisfaziam complemente, havia um vazio. Eu estava caminhando na sombra do verdadeiro plano de Deus para minha vida. Com tantos amigos, eu me sentia só, com estabilidade financeira, eu me sentia inseguro, estava dentro da Igreja, e não sentia Deus dentro de mim. Foi quando eu me voltei para a bíblia, a palavra de Deus, e li muito, todas as noites, e chorei muito, pois ela falava da presença de Deus em nossa vida, e eu não tinha esta presença. Eu então falei com Deus, da minha busca, do meu esforço, da minha sinceridade, do vazio que havia em mim, e que se Ele não se manifestasse em minha vida, não teria mais sentido viver. Então um dia, as quatro horas da manhã, eu estava lendo a bíblia e orando, quando Jesus me falou em João 14,16: "Eu Sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão pôr mim." Estas palavras entraram em meu coração com um sentido novo, ao refletir sobre elas, eu compreendi que somente Jesus poderia me conduzir à Deus, somente Ele me traria a vida. Naquele dia eu senti a graça de Deus atuando em mim, na minha mente, removendo conceitos. Compreendi então o amor do Pai, agora eu sabia: Ele se interessava pôr mim. Durante o dia, enquanto eu trabalhava, eu aguardava com ansiedade a chegada da noite, quando eu poderia novamente ouvir e experimentar a revelação de Deus para minha vida. Na noite seguinte Deus falou ao meu coração com uma revelação tremenda, que mudaria minha vida, foi em Efésios 2,8-9 : "Pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie". Que maravilha, a salvação é pela graça, é gratuita, o preço já foi pago por Jesus, não preciso pagar, nem me mutilar, nem me enclausurar. A salvação não é pelas obras, minha vida estava alicerçada em obras, me ensinaram o caminho das obras. Deus preparou as obras para que andássemos nelas, mas elas não podem nos trazer salvação. A salvação é pela graça, por meio da fé em Cristo Jesus. Deus estava descortinando seu plano de salvação para minha vida, Ele disse ainda em Romanos 1,17 : "O justo vive pela fé". Não vive na dependência de homens, sejam vivos ou mortos, nem na dependência de instituições, nem da tradição, que as vezes anulam a própria palavra de Deus (Mateus 15,6), mas vive pela fé em Cristo Jesus, existe vida em seu nome, vida eterna. Estas verdades caíram como brasas em meu peito, ardiam dia e noite, eu tentei contar a outros, mas não queriam me ouvir. Brilhou um tremendo sol em minha vida e clareou as minhas trevas, eu, tão insignificante, recebendo ensino de um Deus tão grande e tremendo, seu amor constrange. ENCONTRO COM O MESTRE Ao saber como Deus operava a salvação, comecei imediatamente a orar e a clamar pela sua graça, o caminho oculto aos sábios, mas revelados aos pequeninos (Mateus 11,25). Durante alguns dias eu o busquei com intensidade, foi quando, em uma noite, eu estava deitado de bruços, com a cabeça fora da cama, os braços estendidos, lendo a bíblia, e em Isaías 41,13 Deus disse: "Porque Eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: não temas, que Eu te ajudo". Naquele instante eu fui tomado pelo pulso direito, e senti ser puxado, levando um grande susto, gritei com medo, e pedi a Ele que não me levasse, pois tinha filhos para criar. Minha esposa acordou, e eu lhe contei o que havia ocorrido. Eu iniciava então minha caminhada rumo ao sobrenatural de Deus, reservado a todos que lhe buscam de todo o coração. Naquela mesma noite, eu orei para que o Senhor me aceitasse em sua presença, e Ele me respondeu em Apocalipse 3,7-8 : "Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi, o que abre, e ninguém fecha, e fecha, e ninguém abre; Eu sei as tuas obras, eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar, tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome". Havia uma porta aberta para mim, ninguém poderia fechá-la. Eu poderia entrar, e estar guardado em Cristo Jesus, com plena segurança. Porta aberta . Glória ao Deus Eterno. Mas como fazer para entrar? Meu desejo era me atirar porta adentro, mas e a forma de Deus, qual era? Não era pelas obras, nem sacrifícios, era a fé em Jesus Cristo, como ensina João 1,12: "Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem em seu nome". A forma é receber a Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas, pois em nenhum outro há salvação (Atos 4,12). Romanos 10,9 diz: "Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo". Naquele tempo Deus já ouvia as minhas orações, e então, fiz a oração mais importante de toda a minha vida: Pedi a Jesus que entrasse em minha vida, abandonando a auto-suficiência, tornando-me dependente de Jesus. Ele seria meu Senhor; Eu o invoquei como Salvador da minha vida, pois com seu sangue derramado na cruz por mim, Ele me resgatou, pagando alto preço. Eu compreendia a razão da sua morte, e a tinha como suficiente para salvação da minha vida. Eu tive um sentimento de alívio depois desta oração, senti que meus pecados foram perdoados, e eu havia nascido de novo, era nova criatura, e um desejo de não mais pecar brotou em meu coração. Senti que eu fora aceito por Deus Pai, minha busca chegara ao fim. Mas eu tinha a expectativa de que grandes coisas ocorreria quando eu aceitasse a Jesus, algo como o céu se abrindo, e anjos subindo e descendo, e como nada disto ocorreu, eu fiquei um pouco triste, e deitado no sofá de casa, comecei a reclamar com Deus, eu queria sentir Sua presença. Naquele instante eu ouvi uma música em meu aparelho que dizia: "Não tenhas sobre ti, um só cuidado, qualquer que seja, pois um, somente um, seria muito para ti. É meu, somente meu, todo trabalho, e o seu trabalho é descansar em mim". Foi quando eu senti como que flutuando, não mais sentindo o sofá em minhas costas, e fiquei novamente assustado. Então, algo desceu e entrou em meu coração, eu senti Deus tocando em mim, eu o sentia dentro de mim, em meu peito, cumprindo o que está escrito em Romanos 8,16:" O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus". Esta presença do Espírito Santo em meu ser trouxe uma alegria tão tremenda, que comecei a gargalhar alto e gostoso, enquanto as lágrimas corriam em meus olhos. Pra minha sorte eu estava sozinho em casa, pois me chamariam de louco. Eu ia ao banheiro e lavava o rosto, mas voltava a transbordar em lágrimas e gargalhadas, isto durante muito tempo, até que acalmei. Porém, a partir daí, eu andava em "novidade de vida". II Coríntios 5,17 : "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo". Eu havia experimentado o novo nascimento, do qual Jesus ensinou a Nicodemos, em João 3,7: "Necessário vos é nascer de novo". Ora, ao homem é necessário nascer uma Segunda vez, não mais o nascimento da carne, segundo nossos pais, mas o nascimento do Espírito, segundo Deus, pela fé em Cristo Jesus. Meu amigo, não consigo reproduzir aqui o sentimento e as mudanças profundas que ocorreram em meu ser a partir desta experiência. Vou tentar expressar algumas. Eu fui aceito por Deus, havia paz entre mim e Deus, e isto é tremendo. Nunca mais Jesus me deixou, eu pergunto, Ele responde, eu peço, segundo sua vontade Ele me dá. O vazio que havia em mim foi preenchido por Ele, eu hoje tenho vida, e vida em abundância. Sei o que quero da vida, sei amar as pessoas, sei amar a mim mesmo, sei amar a Deus, sei como fazer a vontade de Deus. Sinto-me seguro, Jesus cumpriu sua promessa: não te deixarei, nem te desampararei ( Hebreus 13,5) . Meu amigo, eu recebi o espírito de adoção de filho, pelo qual eu chamo a Deus de Pai. Não sou mais criatura de Deus, agora sou filho de Deus. E se eu sou filho, sou também herdeiro de Deus e co-herdeiro de Cristo (Romanos 8,15e17). Existe uma herança sim, no céu, pra mim e pra você, se você abrir seu coração como eu o fiz, você vai experimentá-la. Veja o que Jesus disse em Apocalipse 3,20 : "Eis que estou à porta, e bato, se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo". A porta é seu coração, a casa é sua vida, morada de Deus em Espírito ( Efésios 2,22). Cear implica relacionamento, isto mesmo, Jesus quer se relacionar com você. O CAMINHO DA CRUZ Jesus havia me chamado das trevas para sua maravilhosa luz ( I Pedro 2,9),do poder de satanás à Deus (Atos 26,18). Amigo, servir a Deus tem um preço, e gostaria de compartilhar algumas lutas pelas quais passei. Felizmente o Espírito Santo avisou-me com antecedência, o que me fortaleceu diante das dificuldades ( I Pedro 4,12-14). Estávamos no ano de 1991, e havia missões na Igreja que eu freqüentava, naquele tempo Deus tinha sido fiel comigo, e meu desejo era ser fiel com Ele, fiel à sua palavra. Haveria romaria, e seria de casa em casa, e ao ser consultado, concordei que ela fosse à minha casa. Estavam lá próximo a quarenta pessoas, todos amigos meus, e ao terminar a novena, o dono da casa teria que levar a imagem da santa até a próxima casa, mas eu não podia fazer isto, pois Deus havia me ensinado em Êxodo 20,3-5: "Não terás outros deuses diante de mim, não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem embaixo, na terra. Não te encurvarás a elas nem a servirás". Desculpei-me com eles, e recusei a levá-la, o que deixou todos perplexos, e se foram. As 22 horas, na mesma noite, o padre ligou para mim, e disse que precisava falar comigo urgentemente, e marcamos para o dia seguinte, bem cedo. Peguei minha bíblia e fui para meu quarto, eu queria ler a noite toda, para ter argumentos bíblicos suficientes, para que o confronto fosse com a bíblia, e não comigo. Mas, ao abrir a bíblia, deparei com Mateus 10, 19-21, que dizia: "Quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer". Glória a Deus, eu podia dormir tranqüilo, fechei a bíblia e descansei. No dia seguinte acordei bem cedo, e fui à casa paroquial. O padre já me esperava, e foi logo perguntando porque eu não havia carregado a imagem, minha resposta foi êxodo 20 ( Não terás outros deuses diante de mim,...); Perguntou porque eu dizia que não cria na assunção ( subida ao céu) da santa, e eu respondi: Ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do Homem, que está no céu ( João 3,13); -Porque eu afirmava que ela não era medianeira entre nós e Deus? Respondi que há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo Homem (I Timóteo 2,5); -Porque eu dizia que a santa não podia salvar? Respondi : Em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos ( Atos 4,12). Incrível, toda resposta que saia de minha boca era versículo bíblico. Eu não conhecia a bíblia tanto assim, e ele sabia disto, e conversamos por quase três horas, e ele, com resposta a tudo que perguntava, disse que aquele "combate" terminaria um outro dia, e eu fui embora feliz, porque Deus havia me socorrido de forma maravilhosa. A partir de então eu me dei conta de que a fé bíblica confrontava a tradição da minha Igreja, e eu optei em ser fiel à bíblia, e assumi as conseqüências do fato. Os sermões do padre não mais seguiam a liturgia, preferindo atacar minha fé em suas pregações, foi quando eu comecei a experimentar uma rejeição e isolamento por parte de toda a Igreja. Antigos amigos começaram a me evitar. Naquele tempo, eu não compreendia porque Deus não revelou a sua palavra a outras pessoas da Igreja, e porque as pessoas não a aceitavam como verdade, pois a bíblia não era um livro estranho para eles. Isto para mim é um mistério até hoje. Isto tudo me fez sofrer muito. Procurei, então, o padre das missões, que estava em nossa paróquia, e lhe contei tudo o que estava ocorrendo, e pedi sua opinião. O padre achou que era verdadeiro o mover de Deus, achou que eu estava certo, em minhas convicções, e pediu que eu transmitisse esta fé a outros irmãos na Igreja. Disse, também, sobre um tal Martinho Lutero, que tinha tido as mesmas revelações, séculos atrás, mas que ele tinha deixado a Igreja, e eu lutava para permanecer. Não compreendo até hoje, como este padre, conhecendo a verdade, pode continuar fiel às tradições desta Igreja. Certo dia, Deus falou aos ouvidos do meu coração, as 14 horas, que eu deixasse o trabalho, fosse para casa e escrevesse tudo o que Ele tinha me revelado na bíblia até então. Atendi prontamente. Isto durou algumas horas, até que, ao terminar, eu percebi que o conteúdo daquele documento tinha início, meio e fim. Fui até um supermercado cujo gerente era um amigo, e pedi que ele tirasse cópias, e voltei para casa. À noite, eu fui a uma reunião com a liderança da Igreja, e apesar de não saber o que seria tratado nesta reunião, eu levei as cópias comigo. A pessoa que iniciou a reunião, leu uma passagem bíblica de exaltação à Maria, em Lucas 1,42 : "Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do seu ventre"; E começou a falar da rainha do céu, e a atacar minha fé, e reprovar minhas condutas. Ao ouvir aquilo tudo, eu me entristeci, e em resposta eu passei a ler a carta que eu trouxe: NINGUÉM VEM AO PAI SENÃO POR MIM Não terá outros deuses diante de mim, não fará para ti imagem de escultura de nada que se assemelhe ao que existe lá em cima, nos céus, ou embaixo da terra, ou nas águas que estão embaixo da terra, não te prostraras diante destes deuses e não os servirás, porque eu, o seu Deus, sou um Deus ciumento, que puno a iniquidade dos pais sobre os filhos, até a terceira e Quarta geração dos que me odeiam. ( Êxodo 20,3-5). O Altíssimo não habita em obras de mãos humanas, como diz o profeta: O céu é o meu trono, e a terra, o estrado de meus pés; Que casa me construireis, diz o Senhor, ou qual será o lugar do meu repouso? Não foi minha mão que fez tudo isto? Homens de dura cerviz, incircuncisos de coração e ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo! Como foram vossos pais, assim também vós!( Atos 7,48-51). Sempre aprendendo, mas sem jamais poder atingir o conhecimento da verdade. ( 2 Timóteo 3,7). Não podiam crer, porque disse ainda Isaías: "cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que seus olhos não vejam, seu coração não compreenda, e não se convertam, e eu não os cure". ( João 12,39-40). Pois é luz tudo que é manifesto, é por isso que se diz: "Ó tu que dormes, desperta-te e levanta entre os mortos, e Cristo te iluminará. (Efésios 5,14). Enquanto ele assim falava, certa mulher se levantou do meio da multidão e disse-lhe: "Feliz as entranhas que te trouxeram, e os seios que te amamentaram, mas ele disse: antes feliz os que ouvem a palavra de Deus e as põem em prática". ( Lucas 11,27). Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. ( João 3,13). E não fiquem dando ouvidos a fábulas judaicas ou a mandamentos de homens desviados da verdade.(Tito 1,14). E assim invalidastes a palavra de Deus por causa da vossa tradição, hipócritas ! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, quando disse: Este povo me honra com os lábios, mas o coração está longe de mim. Em vão me prestam culto, pois o que ensinam são mandamentos humanos.(Mateus 15,6-9). Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14,6). Pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, um Homem, Cristo Jesus. ( I Timóteo 2,5). Os que querem fazer boa figura na carne são os que vos forçam a vos circuncidares, só para não sofrerem perseguição por causa da cruz de Cristo. ( Gálatas 6,12). Pois não há, debaixo do céu, outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos . ( Atos 4,12 ). Contudo muitos chefes creram nele, mas por causa dos fariseus, não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga, pois amavam mais a glória dos homens do que a de Deus.(João 12, 42-43). Ouvindo isto, eles sentiram o coração transpassado e perguntaram a Pedro e aos demais Apóstolos: Irmãos, o que devemos fazer? Respondeu-lhes Pedro: "Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para a remissão de vossos Pecados; Então recebereis o Dom do Espírito Santo".( Atos 2,37-38). É para a liberdade que Cristo vos libertou. Permaneceis firmes, portanto, e não vos deixeis prender de novo ao jugo da escravidão.( Gálatas 5,1). Sim, se vos entristeci pela minha carta, não me arrependo, e se a princípio me arrependi, vejo que esta carta vos entristeceu, ainda que por pouco tempo, alegro-me agora, não por vos ter contristado, mas porque a vossa tristeza vos levou ao arrependimento. Vós vos entristecestes segundo Deus, e assim não sofreu dano algum da vossa parte. ( Corintios 7,8-9). A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.( Gálatas 13,13). ........................................ Deus havia preparado minha defesa. As pessoas presentes ficaram admiradas, uns tinham temor, estavam nervosos, outros choraram, e o líder da reunião disse: Deus falou conosco hoje. No dia seguinte, um sábado, a tristeza dominava meu coração, fiquei sozinho, e à tarde, fui ler a bíblia, para encontrar consolo, e li, em Isaías 51, 12-14: "Eu Sou aquele que vos consola; Quem és tu, para que temas o homem, que é mortal, ou o filho do homem que se tornará como feno? E te esqueces do Senhor que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra,..". Sim, só Deus pode nos consolar. Minhas filhas gêmeas, então com cinco anos, me interromperam e pediram que as levasse ao parque do povo, uma grande área de lazer em nossa cidade. Eu disse a elas que não iria, mas elas insistiram; Eu disse que não insistissem, se não iriam apanhar, e elas responderam mansamente: Pai, vamos ao parque do povo. Compreendi, então, que Deus me atraía para lá, e disse a minha esposa: Vamos ao parque do povo que Deus vai falar conosco lá. Ela sorriu, e disse com um pouco de ironia: Vamos ver então. Lá chegando, soltei as crianças e as segui, até um palco, onde acontecia um projeto em que as crianças presentes subiam e cantavam. Eu disse: aqui é o lugar, e ficamos assistindo as crianças, até que subiu ao palco um garoto de mais ou menos oito anos, negro, de olhos claros, com a camiseta toda furada, e minha esposa percebendo o momento afirmou: É agora! Sim, concordei. E o garoto, olhando fixamente para mim, cantou: (imaginei Jesus falando): Em vez de você ficar pensando nele, em vez de você ficar chorando por ele, pense em mim, chore por mim,... se lembre que Eu a muito tempo te amo....., quero fazer você feliz.... Aquilo foi como um bálsamo em minhas feridas, me consolou, me encheu de amor. Só o Senhor Deus nos consola. Permaneci ainda na Igreja durante sete meses, mas não acreditava mais nos rituais litúrgicos, nos sacramentos, no sacrário, nas venerações, nas tradições, não havia base bíblica para estas práticas. Jesus cristo me libertou de tudo aquilo, só me restara uma fé pura no Salvador, e eu não queria que nada ocupasse o lugar da minha dedicação e do meu amor a Ele. Procurei, então o padre e disse: Eu não sei exatamente o que sou, mas eu sei o que não sou, eu não sou católico, por isto eu deixo a Igreja. E fui embora. A PROVISÃO DIVINA Naquele tempo minha esposa estava grávida da minha terceira filha, era uma gravidez de risco, e por vezes ela teve que ser internada para evitar o aborto. O médico que a atendia acusou-me, dizendo que a minha fé estava fazendo-a perder a criança. O acusador era o diabo, tentando me fazer retroceder. Então me veio a lembrança Abraão, quando Deus o experimentou, pedindo o sacrifício de Isaque, seu filho, e como Deus providenciou o cordeiro para o sacrifício, deixando Isaque viver, eu tinha convicção de que minha filha não morreria, e eu não voltei atrás. ( Gênesis 22). Eu trabalhava então, como sócio de uma pequena indústria, e ela passava por um momento decisivo, e Deus me mostrou com clareza que aquela sociedade não alegrava seu coração, em obediência desfiz a sociedade, e fui tentar outro trabalho, submetendo minhas opções à direção de Deus. O tempo foi passando, minhas reservas em dinheiro foram acabando, a medida que avançava a gravidez complicada de minha esposa. Foi então que em três de abril minha esposa foi ao hospital se submeter a cesárea, e houve uma complicação no parto, ela teve "atonia de útero", uma hemorragia constante, indo para a UTI, onde ficou entre a vida e a morte por dez horas, quando fui procurado pela médica que a atendia, para me dizer que as chances da minha esposa eram pequenas, o possível estava sendo feito, mas o estado dela era ruim. Então eu coloquei os joelhos no chão e orei ao Deus que tudo pode, e pedi pela minha esposa. O conteúdo de minha oração foi de entrega, que eu aceitaria a sua vontade, qualquer que fosse, eu não me revoltaria, seguiria em frente; Deus lhe deu a vida, e poderia tirá-la. Mas seria difícil minha vida, com três filhas pequenas, uma delas recém nascida, sem ela, então pedi que, se possível, conservasse minha esposa com vida. Eu estava ainda orando quando vi uma maca sair da UTI, era ela, a hemorragia havia parado, estava fora de perigo. A minha filha era saudável, Deus fora fiel comigo, mais uma vez. Foi necessário a permanência de minha esposa no hospital, pois restara uma infecção em seu útero, que corria o risco de generalizar, e ela foi submetida a uma quimioterapia que a fez sofrer muito, foram tantas injeções, que houve aplicação feita até no músculo da coxa, além de permanecer com uma sonda no pescoço e outra embaixo. De tanto sofrer desejou a morte, e já não se alimentava. Então novamente eu busquei a Deus, e clamei, eu não compreendia o porque de tanto sofrimento, e pedi a Deus que a livrasse. Naquele dia, quando fui visitá-la, ela estava de pé, com a mala pronta, e minha filha ao lado da cama. Ela recebera alta de forma inesperada, e a enfermeira reclamava que ainda faltavam cinco dias para o término do tratamento, que aquela liberação súbita a fez perder um vidro de soro já aberto. O meu convênio médico não foi suficiente para cobrir as despesas do hospital, e eu paguei com um cheque pré datado para o próximo dia trinta, no valor de CR$ 364,00. Para continuar o tratamento em casa, emiti também um cheque à farmácia no valor de CR$ 100,00 , para o mesmo dia trinta. Quando chegamos em casa, melhorou rapidamente o estado de saúde de minha esposa; Eu estava a alguns dias em um novo trabalho, e Deus me abençoava grandemente nos negócios, porém, o dia de cobrir os cheques chegou, sem que eu tivesse como pagá-los. Certo que alguns amigos queriam me emprestar o dinheiro, mas preferi recusar, crendo que Deus haveria de socorrer-me de alguma forma. Minha esposa sugeriu que eu fizesse um empréstimo bancário, o que também recusei. No mesmo dia, após o almoço, eu fui chamado pelo dono da empresa onde trabalhava, e lá chegando, ele me disse que estava admirado com o volume de negócios realizados, já em meu primeiro mês de trabalho, e como forma de me recompensar, ofereceu um adiantamento de salário, o que aceitei sem demora. Ele pegou então meus pedidos, somou, multiplicou, e chegou ao valor do adiantamento que me faria. Ao tirar o talão de cheques do bolso, eu vi que era o mesmo banco que o meu, olhei a agência, era a mesma, ( a empresa era em uma cidade vizinha à minha, e o pagamento não deveria ser de uma conta pessoal do patrão e sim da empresa), Deus estava nisto. Ao ver o valor do cheque, meus joelhos começaram a tremer, era de CR$ 366,00, ou seja, CR$ 2,00 a mais que o valor do cheque que eu dera ao hospital. Deus é tremendo. Agradeci e sai apressado, pois já era quase quinze horas, e fui direto à minha casa mostrar o cheque à minha esposa, antes que a agência fechasse, para ela ver o que Deus tinha feito. Ao ver o cheque, ela não creu, e disse que eu peguei emprestado, e que era melhor eu ter aceito de meus amigos. Disse ainda que, se Deus houvesse feito isto, com certeza se lembraria dos CR$ 100,00 da farmácia, que também venceria naquela data. Neste instante Deus falou comigo, que eu a levasse até a caixa postal de nossa casa. Eu achei isto estranho, mas a convicção em meu coração era total;( a voz falava em meu coração). Então eu lhe disse: Para que você saiba que este é Deus e não há outro, venha comigo até a caixa postal. Atravessei a casa orando em silêncio, e dizendo: Senhor, se tu fizeres isto, o coração da minha esposa será teu. Quando chegamos, pedi que ela abrisse a caixa, havia um envelope lá, pedi que ela abrisse o envelope, havia um cheque, sabe o valor? O valor era de CR$ 100,00. Deus é fiel. Corri até o banco e fiz os depósitos. Romanos 8,28 : "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto". RESTAURAÇÃO Apesar de tudo o que vivenciou, minha esposa resistia um pouco ao evangelho, por causa de sua família, da tradição, mas havia uma promessa de Deus para mim, e como todas promessas de Deus são sim em Cristo (II Coríntios 1,20), o Senhor haveria de realizá-la. A promessa está em Atos 16,31 : "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa". Eu e alguns irmãos ( em Cristo somos verdadeira família) nos reuníamos, e orávamos baseados nesta promessa, para que minha esposa aceitasse a Jesus como seu Senhor e Salvador, foi então que na quarta semana de oração, minha esposa se converteu ao Senhor, aceitou a fé, e tem sido grandemente abençoada por isto. Agora posso dizer: "Eu e minha casa servimos ao Senhor" (Josué 24,15). Ainda que o Espírito Santo nos ensina todas as coisas, nós queríamos estar em uma Igreja que cresse em tudo quanto está escrito na bíblia, e a praticasse, convivendo com pessoas que vivem pela fé em Cristo Jesus, e o servem. Alguns meses depois, Deus nos mostrou esta Igreja, este povo escolhido, menina de seus olhos, e o identificamos porque professavam a mesma fé, é fácil para nós reconhecer um cristão verdadeiro, e para surpresa nossa, eram evangélicos, aquele povo que achamos estranhos, chamamos de fanáticos, seita ( os cristãos primitivos eram conhecidos assim; Atos 24,14), mas vivem uma fé bíblica e servem o Deus vivo, criador do céu e da terra. Compreendi então, que eu era um deles, isto não me importava, contanto que meu amado Senhor não se apartasse de mim. Deus havia prometido também "um pastor segundo seu coração, que nos apascentaria com ciência e com inteligência" ( Jeremias 3,15), e que todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes mais, e herdará a vida eterna. ( Mateus 19,29). Hoje eu me vejo rodeado de irmãos, crescendo em Cristo a cada dia, servindo a Deus de todo coração, experimentando uma completa restauração na família, no trabalho, nos relacionamentos, com os filhos engajados em ministérios cristãos, vivendo a verdadeira razão da minha existência, o louvor da glória do Senhor. ( Efésios 1,12-14). Amigo, quero lhe dizer que Jesus, certa vez, chorou sobre Jerusalém, por ela não ter conhecido o tempo da sua visitação (Lucas 19,41-44). Se Jesus visita sua vida nesta hora, ouça o que Pedro disse em Atos 2,37-39: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus Nosso Senhor chamar".
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Segunda - 18/12/2017 - 08:57:13