Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisGeralda Antonio Pereira Dos Santos
Tem coisas que acontece na vida da gente que com nossa mente finita não conseguimos entender. Se bem que não e para entender mesmo e sim para aceitar_ pois as coisas de Deus não da para não se explicar. Há algum tempo atrás a minha Irmã ficou grávida e isso há deixou muito apreensiva para não dizer desesperada mesmo_ Havia se separado a pouco_ e uma gravidez essa altura era tudo que ela não queria e por isso a deixou desesperada_ entrou em depressão e acabou ficando internada e dizia sempre que queria ficar sozinha_ pois não tinha o desejo de ver ninguém. Tudo parecia preocupante e a nossa atenção estava voltada para ela quando de repente eu também descobrir que estava grávida_ de inicio eu não acreditei_ porem não me desesperei apesar de já ter cinco filhos_ ao contrario de minha Irmã que só tinha um filho_ mas eu ate que a entendo_ pois tinha outros planos para sua vida e com certeza não era ter outro filho. Falei para minha Irmã que estava grávida e ela de inicio parece não ter acreditado. Perguntou_me se eu não estava preocupada_ pois falava com tanta naturalidade. Eu disse que estava um pouco preocupada_ mas nada que me desesperasse. Nos primeiros meses tudo transcorreu tudo bem_ não tive enjoou e a gravidez parecia bastante saudável apesar da minha idade_ minha irmã ate se sentiu melhor depois que soube da minha gravidez_ pois tínhamos algo em comum a compartilhar. Eu parecia bastante tranqüila porem com o passar do tempo um medo terrível tomou conta de mim. Eu não queria passar pelo parto normal_ quando me lembrava das dores entrava em desespero e orava constantemente para que Deus tirasse aquele medo do parto normal_afinal eu já havia passado por cinco partos e aquele seria apenas mais um. Porem o medo não acabou_ mas Deus na sua infinita bondade olha para nossa aflição e nos socorre e ao chegar ao quarto mês eu tive um sonho que deixou bastante apreensiva de inicio_ pois sonhei que estava em uma sala de cirurgia e via que faziam o meu parto através de uma cesariana_ e quando tudo terminava me passavam para a maca e uma enfermeira pegava a minha sandália e me perguntava:_e sua_ Eu respondia que sim. Então ela colocava debaixo do colchão da maca e em seguida eu acordei. Não consegui entender muito aquele sonho_ pois eu nunca havia entrado em uma sala de cirurgia e no sonho eu pude sentir a picada da agulha entrando em minha coluna_ mas como_ Se nunca havia passado por uma intervenção cirúrgica. Eu imaginei que fosse por causa do medo que estava me descontrolando emocionalmente_ pois tinha pavor de uma cesariana_ mas com o passar dos meses fui me esquecendo do sonho. Quando cheguei ao oitavo mês a minha irmã teve o seu bebe e era uma linda menina_ mas quando fui visitá_la e ela começou me contar o quanto seu parto foi difícil_ o medo que eu tinha ficou ainda pior. Completaram_se os nove meses_ então decidi que iria pegar a licença maternidade antes do parto_ pois já estava muito cansada e minha mãe insistia para que eu fosse para a casa dela devido à precariedade que estava à saúde em minha cidade_ pois até o medico me aconselhou que deveria ir. Fui para a casa de minha mãe com as minhas duas filhas mais nova e passaram ainda dezenove dias e não sentia nada_ nem uma dor e isso já estava me deixando impaciente_ porem no dia vinte e nove de março fui ao hospital por ordem medica e esta decidiu que iria me internar_ pois já havia terminado o tempo esperado da gravidez. Fui internada às oito horas da manhã. Colocaram_me o soro na veia para induzir o parto_ mas nada aconteceu. Fiquei esperando durante todo o dia_ varias mulheres entraram e saíram do pré_ parto e eu ali sem nem uma dor. Vieram vários médicos me examinar e sempre diziam a mesma coisa_ que não estava na hora e que precisava esperar. Ao anoitecer_ mais ou menos umas sete horas da noite comecei a perder sangue então chamei uma enfermeira que estava olhando uma paciente que acabara de chegar_ ela veio me ver e correu a chamar a medica que acabara de assumir o plantão_ essa ao ver que eu estava correndo risco de vida tanto eu quanto o meu bebe_ mandou que retirasse o soro e preparasse a sala de cirurgia_ pois ia realizar uma cesariana em mim. se fosse em outros dias eu teria ficado apavorada_ porem naquele momento eu não senti nem um pouquinho de medo_ parecia que iria fazer apenas um exame de rotina. Ao chegar à sala de cirurgia ela mandou que me sentasse ali na mesa e eu contei a ela que havia sonhado com aquele momento_ então ela me disse que Deus já havia me preparado. O anestesista mandou que me envergasse um pouco para aplicar a anestesia_ eu me curvei com um pouco de dificuldade devido o tamanho da barriga e senti uma pequena picada como de quando a agulha entra na veia. Então só o ouvi dizer: deita depressa_ Então senti o bisturi cortando a minha barriga e puxarem o bebe no momento comecei a ter uma parada respiratória que logo foi controlada pelo medico auxiliar. O pediatra trouxe a menina para que eu a visse e achei_a muito negra_ mas até então pensei que fosse normal_ pois meu esposo e de família negra. Terminaram o procedimento então as enfermeiras me passaram para a maca e uma delas pegou as minhas havaianas e perguntou: são suas_ Eu disse que sim então ela colocou_as debaixo do colchão da maca exatamente como no sonho. Nesse momento percebi que Deus estava me dizendo: Eu estou com você_ não temas_ Fui levada para a sala do pós_ parto e fiquei ali esperando em observação e toda hora alguém vinha ver se estava tudo bem_ ate que percebi que havia um alvoroço ao meu redor_ era uma injeção atrás da outra e a medica mandou que me colocasse uma bolsa de sangue então ela disse que eu estava tendo uma hemorragia e que teria que me abrir novamente e mandou que preparasse novamente a mesa de cirurgia. Naquele momento eu elevei meu pensamento a Jesus Cristo e disse a Ele:_Senhor_ aquela mulher que sofria de fluxo de sangue tocou nas suas vestes e ficou curada. Eu não estou lhe vendo para tocar em suas vestes_ porem eu creio no seu poder e sei que se o senhor quiser serei curada. Naquele exato momento a hemorragia parou e a medica disse que não precisaria mais da intervenção cirúrgica. Fiquei aliviada e muito agradecida a Deus pela tão grande misericórdia que Ele teve por mim. No outro dia de manha fui levada para a maternidade e a enfermeira me orientou que eu deveria ficar calada para não acumular gases devido a cirurgia_ mas eu não conseguia parar de testemunhar tudo o que Deus havia feito por mim e o melhor e que nada aconteceu _ eu não senti nem uma dor _ quando trouxeram a minha filha eu ate conseguia deitar de lado para amamentá_la sem sentir nem uma dor. Passamos cinco dias em observação no hospital e no ultimo dia veio um medico apenas para nos ver e me disse: você deve ser muito grata ao seu Deus_ pois tanto você quanto a sua filha passou pela beira da morte. Foi então que percebi que aquela cor não era normal em minha filha_ e não era mesmo_ com o passar dos dias ela foi ficando mulata então a pediatra me explicou que ela começou a ter sofrimento fetal.eu não havia entendido até então que aquele sonho era Deus me preparando para tudo que havia de passar e foi a forma de me dizer que estava sempre comigo_por pior que fosse a situação.
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Segunda - 18/12/2017 - 09:00:03