Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisAna Talia Pedra Alves Costa
Maria de Sousa Pedra Alves adventista a mais de 20 anos esta com 70 anos de idade é diabética e hipertensa adquiriu essas doenças aos 48 anos. O tempo foi passando então começou a ter crises de pressão alta e glicemia até então eram crises passageiras que eram controladas pela própria medicação que usava. Se com essas crises sua saúde estava difícil ficou ainda pior quando em um certo dia lavantou-se bem cedinho fizemos o culto matutino fez sua refeição e saiu com um dos netos que criava(o menino tinha 10 anos)até uma plantação de milho e de mandioca que tínhamos no interior de Icatu onde morávamos. Até então tudo parecia estar bem.Por volta das 09:00olhamos para o caminho por onde andávamos e que dava acesso a plantação vimos ela e o menino retornando. Achamos muito estranho por que ela vinha se apoiando em um pedaço de madeira e o menino do outro lado segurava sua mão.Corremos para saber o que tinha acontecido ela havia passado mau enquanto colhia algumas espigas de milho para levar pra casa. Pensamos então que era mais uma crise daquelas que tinha, mas infelizmente não era.Ficamos esperando que ela melhorasse mas não havia melhoras decidimos trazer a São Luis pois onde morávamos não havia hospitais. Ela ja não andava mais e falava com muita dificuldade. O desespero e a tristeza invadiu-nos os corações quando chegamos ao lugar onde pegaríamos o transporte que ia traze-la até São José de Ribamar e ficamos sabendo que não haveria transporte devido a problemas que se deu no único barco que transportaria as pessoas naquele dia e só tínhamos essa opção o interior onde morávamos era afastado e só poderíamos sair dali com ela através do transporte marítimo. Passamos o resto do dia e mais uma noite com ela cada hora seu estado piorava. Orávamos ao Senhor para nos da forças e fé naquele momento tão difícil. Passada aquela noite no outro dia por volta das 12:30 colocamos ela no barco e trouxemos a São Jose de Ribamar e de la ao hospital Socorrão 2. Saiu o diagnostico os médicos disseram que ela tinha tido um AVC(derrame cerebral)e que dificilmente escaparia pois tinha afetado boa parte do seu cérebro e ela não estava reagindo.Depois de alguns dias interna da quase que em coma começou então a reagir tínhamos certeza ali aconteceu um milagre. Percebemos que ali Deus começava a mostrar o quanto a amava mostrou o seu imenso amor por aquela humilde serva que sempre o buscava e lhe era fiel. Recuperou-se totalmente sem que tenha ficado nenhuma sequela. Experiências mais difíceis ainda viriam depois de quatro anos que tinha tido o primeiro AVC no dia 1º de junho de 2008 teve um novo derrame dessa vez alem de perder os movimentos perdeu boa parte da memória levando a esquecer_se dos filhos esposo familiares e amigos. Mas foi nesse momento em que Deus mais lhe honrou trazendo a sua memória o que pra ela era muito importante. A única coisa que sua memória recordava era a fidelidade que tinha ao seu grande Deus.Ela jamais esqueceu_se do Sábado e do Dizimo:QUANDO Era sexta_feira a noite começava a falaras palavras quase que não entendíamos mas quando se relacionava a Igreja falava com explicites. Acordara aos sábados bem cedinho e ir a igreja nesse dia era o seu maior prazer talvez por isso nunca tenha esquecido o dia que ela esperava com tanta ansiedade. Quanto ao Dizimologo que recebia seu beneficio separava para o Senhor a parte que era sua. Quando dizíamos para ela que o seu dinheiro ja havia sido tira do mostrávamos a ela e ela dizia: O dinheiro que não é meu assim entendíamos que se referia ao santo dizimo que sempre separava com muito amor enquanto estava bem. Em 31 10 2011 Maria passou por mais uma prova a qual até hoje(junho de 2012) deixou_a cadeirante a dependente dos filhos para tudo desde alimenta_la até sair de dentro de casa e ir ao quintal para tomar um pouco de sol sentir a brisa em seu rosto. Para os médicos ela é uma sequelada sem solução. Mas para Deus é alguém que viveu até agora para testemunhar do seu grande amor e graça. Essas são as marcas da minha mãe marcas de uma mulher que sempre amou a Deus e o honrou em sua vida. Dedicação a Deus fidelidade satisfação em servir alegria superação essas são marcas de uma vencedora. Essas são marcas da minha mãe. Salmos 73:26 Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam Deus é a minha força ele é tudo o que preciso.
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Sabado - 15/12/2018 - 01:16:24