Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisAldo Murakawa
Saúdo aos irmãos com a paz do Senhor! Em janeiro próximo contabilizo 25 anos de casamento com minha amada esposa, apôs três anos de nossa união tivemos uma filha, que completara 21 anos no inicio do próximo ano e seis anos depois fomos abençoados com a filha mais nova que completou quinze anos no inicio deste mês. Prega um dito popular que, as vezes e preciso perder para valorizar, no entanto, feliz e aquele que valoriza antes de perder. Irmãos, relato nestas linhas, resumidamente, o que fora a minha vida enquanto ímpio, uma vida que, sem a presença de Deus só poderia ter um fim, a queda material e espiritual. Desde a minha adolescência sempre gostei de tecnologia e, sem saber, Deus me abriu muitas portas nesta área, mas, com o passar do tempo, fui ascendendo na profissão e quando me dei conta tudo estava diferente, trabalhava muitas horas por dia e, por vezes, virando noites, me envenenando com muitas doses de café e quase sem tempo para a família, aquilo que eu fazia com prazer se tornou um fardo. O excesso de responsabilidades e a cobrança que eu tinha comigo mesmo, me levou a arrogância o que me fez se afastar ainda mais da, já escassa, presença de Deus em minha vida. Um vocabulário de baixo calão e mentiras já fazia parte da minha vida profissional e com a eminente falência da empresa em que eu trabalhava eu ficava cada vez mais distante da minha família, pois aos 42 anos de idade, conseguir outro trabalho seria muito difícil e também outros laços do inimigo apareceram para tentar destruir nossa família. Mas, neste tempo, o Senhor já havia preparado alguém em meu socorro! Minha esposa já aceitara a Jesus e, percebendo que a dissolução da família estava prestes a acontecer, orava, fervorosamente, por mim e por nossas filhas. No final de 2009, a empresa entrou num processo vertiginoso de declínio e o ultimo cliente que restou se mostrava prestes a encerrar o contrato, com isso a minha jornada de trabalho e o meu salário foram drasticamente reduzidos pela metade, consequentemente logo vieram os problemas financeiros. Pronto, era o fim, não havia mais esperança! Em breve eu ficaria sem emprego, endividado e com uma família em ruínas. Desesperado eu passava a maior parte do tempo livre que eu tinha, enrolado em planilhas, elaborando e enviando currículos, fazendo cursos de atualização e imaginando estratégias para sair daquela situação financeira critica. Quando eu pensava que não poderia ficar pior do que já estava, em meados de 2010 minha jornada e salário foram reduzidos a um terço. Amados, não consigo nem mencionar o que eu senti naquele momento, o restinho de chão que me sobrava para colocar os calcanhares, ruiu, desabando nas profundezas do abismo. Quando pensei que já não tinha mais nada a perder, as dividas foram aumentando geometricamente. Paradoxalmente, apesar de tanto trabalho e esforço eu não consegui acumular riqueza alguma e agora a única alternativa que eu via era vender o nosso apartamento e assim o fizemos, ainda que a contragosto de minha esposa que insistia que Deus proveria, mas, devido à impiedade e também pela cegueira e surdez de que era acometido pelo desespero que o inimigo havia suplantado em mim, assim o fizemos. Isso e que pode ser chamado de "a casa caiu". Mas Deus sabe como chamar o ímpio a obra e às vezes, fazse necessário destruir para possa ser reconstruído, pois, estando eu sem ter o que fazer com tanto tempo livre, me pus a refletir sobre o porquê de tudo aquilo acontecia e porque tanta luta e nenhum resultado, ah! É mesmo! Teve resultado sim!...negativo. Foi ai, comigo nesta situação, que me disseram "Deus só faz a obra no seu coração, se você permitir e tiver Fé". "Fe sempre ouvi dizer, mas nunca a provei realmente, nunca tive tempo para ela e agora talvez fosse um bom momento para entendêla". Após alguns meses de reflexão, minha esposa, que ha muito orava pelo restabelecimento de minha "sanidade espiritual", me chamou para um Encontro com Deus e foi neste encontro que aceitei a Jesus e o Senhor falou ao meu coração, Deus tinha uma nova historia para mim. Nos primeiros meses, após ter aceitado ao Senhor Jesus, algumas situações mudaram rapidamente na minha vida. A primeira coisa que Deus providenciou foi retirar as escamas dos meus olhos para que eu pudesse enxergar o que Deus tem feito na minha vida e os livramentos que ele tem providenciado para mim. Não ha gratidão que basta por todas estas coisas! A segunda coisa que Deus tirou de mim, foi o medo. O medo que eu tinha de perder o emprego, de não conseguir recuperar a casa, de não conseguir um carro do ano, e todas aquelas preocupações mundanas, que sucintamente me atormentavam, inacreditavelmente cessaram em minha vida, o medo se esvaiu de mim, e estas coisas tornaramse menores. A terceira coisa que mudou, um amigo me chamou para ser sócio dele em um projeto para manutenção de um site de campanha para uma famosa franquia de óticas e após seis meses de trabalho recebemos uma proposta para construir um novo site para a empresa. A quarta coisa que Deus fez questão de mudar, foi me tirar da empresa em que eu trabalhava e me colocou em outra consultoria para trabalhar com Telecom, uma área totalmente desconhecida para mim, Quatro meses depois que sai da empresa anterior, ela veio a falência. A quinta coisa que Deus providenciou foi um pequeno negocio em um grande shopping de São Paulo em sociedade com minha esposa e meus cunhados. O que para nos era inimaginável, Deus fez, só para mostrar que e Deus em nossas vidas. A sexta coisa que Deus teve para nos, foi o projeto da casa própria, certa vez, ouvimos a palavra, ministrada nesta casa, sobre as coisas que desejamos, mas não fazemos a nossa parte, desta forma Deus não tem como fazer a dele. Naquele mesmo dia, fechamos o contrato para aquisição de um apartamento ao lado do metro Vila Prudente e bem pertinho da casa do Pai. A sétima, e mais importante, benção de Deus, foi a restauração da minha família, hoje vivemos em harmonia, como uma família deve ser, somos muito felizes e agradecemos a Deus por nossa filha mais nova frequentar a Igreja e já agradecemos também por nossa filha mais velha, porque temos a convicção que Deus esta trabalhando na vida dela para, no momento certo, chamala também. Para a Honra e Gloria de Deus, em nome do Senhor Jesus Cristo. Aldo Murakawa
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Sexta - 16/11/2018 - 16:16:30