Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisSebastião Antônio Bitencourt
Amados irmãos, sou Sebastião Antônio Bitencourt, casado, Assessor Parlamentar, tenho 42 anos de idade, tenho uma linda filha, minha esposa chamase Cleusa, tem 40 anos de idade. Temos 18 anos de casamento. Atualmente, sou pela graça e misericórdia de Deus Pastor. Não por culpa da minha esposa, mas por culpa totalmente minha, o nosso casamento estava quase acabando, já estava no limite e o diabo rindo à toa com o fim de mais uma família. Bem irmão aqui começa meu testemunho de conversão, que faço com o propósito de ajudar àqueles que ainda não tiveram esta oportunidade maravilhosa. Nasci em um berço católico de família humilde e trabalhadora. Na minha infância fiz a minha primeira comunhão na igreja católica e com o passar dos anos fui me desligando ao ponto de não freqüentar mais a igreja. Eu sou o décimo terceiro de uma família de quinze filhos, eu nasci no segundo casamento do meu pai, ele já velho e muito doente, aposentado que ganhava pouco e mal dava para comprar os seus remédios. Meus irmãos mais velhos e eu tivemos que trabalhar para ajudar meus pais no orçamento da casa, minha mãe trabalhava fora. Com 13 anos eu comecei a trabalhar em um clube nos fins de semana, ganhando metade do salário mínimo (isto em 1982). Mas como o diabo veio para matar e roubar como esta em JO 10:10 "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância." Depois de um ano de trabalho, eu vi um dinheiro no caixa. Estava fácil demais eu roubei, pela primeira vez e tremendo, mas ninguém me pegou e ai eu gostei da idéia e outras várias vezes eu repetir a dose. Até quando eu ia fazer compra com a minha mãe onde meu irmão mais velho do eu trabalhava eu furtava... Até que um dia nesse mesmo supermercado eu quase fiz meu irmão perder o seu emprego, fui pego roubando um baralho, foi uma vergonha para ambos, minha mãe e meu irmão. Passou um tempo e meu velho pai, que tinha arrumado o meu emprego, passou também por uma grande vergonha. Depois de várias visitas ao caixa do bar do clube onde trabalhava, eu fui pego com a mão na massa e fui mandado embora. Obs.: Ainda dei sorte por não ter sido mandado embora por justa causa não por mim, mas eles tiveram pena do meu velho pai. E nisso tudo eu era um adolescente tinha uns 14 para 15 anos. E por esta época teve uma campanha em uma igreja em nosso bairro Olhos D água, em uma igreja evangélica. Meu pai eu fomos nessa campanha de sete dias, só que não nos convertemos ao Senhor Jesus, tinha um espírito de prostituição que agia na minha vida com 15 anos eu ia para as casas de prostituição onde entrava escondido, tinha um rapaz (usarei o nome fictício de Lúcio), ele me colocava no seu carro e íamos para a prostituição. Minha primeira experiência sexual foi com mais ou menos 15 para 16 anos, e ele sempre falava que para ser homem tinha que beber e ter muitas mulheres, e eu fazia isso tudo achando muito bonito e para piorar comecei a jogar Baralho, sinuca , totó , futebol, além de me envolver com política. Era viciado em tudo que você possa imaginar e mal perante o Senhor, que me tratava com uma mão leve, e Deus nunca me abandonava . (IS 59:1) – “EIS que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir.” (IS 59:2) – “Mas as vossas iniqüidade fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” Eu nuca fiquei desempregado muito tempo mas sempre fazia besteira e perdia o emprego. E para piorar, com 18 anos (em 1987) veio o pior: eu perdi meu pai ai o mundo desabou na minha cabeça. Depois comecei trabalhar em outros empregos até arrumar um melhor em 1990, no qual estou ate hoje. Mas a prostituição não parava. Aos 21 anos eu fiquei noivo pela primeira vez com uma moça 9 anos mais velha do que eu . E esta família era envolvida com o espiritismo, e o Senhor sempre me livrando de todo mal, um dia meu irmão mais velho veio com a sua namorada em nossa casa e trouxe sua cunhada com ele. Conversa vem e conversa vai, ela falou assim que gostaria de ficar com um cara noivo, e se eu toparia ficar com ela. E mais do que depressa nós ficamos juntos. Era no sábado, dia de ir na casa da minha noiva. Chegou o domingo e eu fui terminar o noivado, mas não deu certo: a minha noiva teve um desmaio eu não conseguir terminar o meu noivado. Tive que levála para o médico às pressas, com enorme medo de ela morrer em meus braços. No outro dia ela mesma foi até a minha casa e terminou tudo comigo, essa cunhada do meu irmão nunca mais a vi ela só queria acabar com meu noivado. Mas tudo isso foi propósito do Senhor na minha vida. Comecei a morar em Nova Lima em uma cidade perto de Belo Horizonte. E reencontrei minha excolega de escola, meu primeiro amor, e comecei a conversar com ela. Ai que Deus abençoou tanto que eu terminei com o a outra e fiquei namorando com esta, a qual hoje é a minha esposa. Aos 24 anos de idade me casei, com 11 meses de casado o Senhor nos deu uma linda filha {Grace Kelly }. No dia em que minha esposa foi para o hospital ganhar a nossa filha eu esta na prostituição, e na quinta feira na hora do parto parecia que o pai não era eu, por que estava em outro lugar... Abandonei minha esposa na hora que ela mais precisou. Nem o teste do pezinho nós não fizemos por minha culpa: era um grande pão duro, gastava com bebida e jogos de azar, ou vendo jogos do Galo (Atlético Mineiro), no campo com time amador, mas com a família só sabia chorar miséria. Nossa filha começou a ter problema constantemente, nós fizemos todos os exames dava nada. E aí ao meu ver começaram nossos problemas e eu comecei a freqüentar os botecos para me acalmar; pensava eu que estava resolvendo um problema sem saber que eu estava era arrumando outros. Bebia cerveja e jogava baralho até altas madrugadas... minha esposa estava desesperada com a Grace no colo, cheia de febre, tendo convulsões e quase morta, tinha que correr atrás de carro para ir em um hospital, e na maioria das vezes eu esta mamado trincando de bêbado. Um certo dia (eu não estava em casa para variar, estava na prostituição), a nossa filha teve uma crise pior que as anteriores. Minha esposa ficou tão desesperada que levou a Grace Kelly para a casa de sua mãe. Nesse dia havia um conterrâneo da família na casa da sua mãe, e ele falou que tinha a solução para os problemas da nossa filha. Ele era macumbeiro. Minha cunhada e o meu concunhado já eram servos do Deus vivo. Quando o tal que tinha a solução começou a rezar a minha esposa, a minha cunhada dobrou o joelho e começou orar com diz a palavra de Deus – “Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.” (1JO 4:4) O rapaz ia ficar algum tempo na casa do meu sogro; antes de acabar de rezar sentiu uma vontade de ir embora. Mas hoje eu sei por que ele foi embora o mal que estava nele não conseguiu vencer a Glória de Deus. Minha filha foi para o hospital e ficou internada, e na hora da tristeza e desespero minha esposa clamou ao Deus todo poderoso E ele ouviu a oração daquela mãe desesperada (2CR 7:14) – “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” Ele curou minha filinha de toda doença hereditária, para glória do Seu nome. Eu vi a Glória de Deus mas naquele momento ainda não tomei vergonha na cara. Eu era diretor de um sindicato e ficava só viajando, com muitas mulheres, bebida, jogos. Minha esposa e minha filha já tinham entregado a sua vida para Jesus e estavam pagando um preço de jejum e oração pela minha vida. Até que no dia 17 de janeiro de 2001, numa quarta feira, eu estava assistindo um jogo do Atlético e minha filha falou assim: mãe se meu pai não for eu também não vou. Eu falei para ela ‘vai na frente que eu vou depois de vocês’, mas ela irredutível disse ‘tem que ser agora’. Eu tive que ir com ela senão ela não me deixava ver o futebol. Foi então que Deus começou a trabalhar na minha vida, e no dia vinte de janeiro era o dia que ela completaria seus 7 anos, e um dia antes na sexta feira minha esposa perguntou se eu ia ir na festa de aniversário da nossa filha ou onde ela iria receber um diploma de como evangelizar pessoas com necessidades especiais (no sábado), e no sábado bebi o dia inteiro até na hora de ir para a igreja. Quando cheguei eu estava bêbado, fechei os olhos e naquele dia Deus mudou a minha sorte. O Espírito do Senhor a quem eu havia por tanto tempo ignorado, trabalhou num instante em meu ser! Pude então ver quanto sofrimento eu havia causado àqueles que mais me amavam, minha querida família, e quão vazia minha vida de vícios e adultérios era! Convertime no sábado e batizeime no domingo e uma semana depois já estava no seminário. Foi aí, meus irmãos, que eu percebi o quanto Deus nos ama e é misericordioso para conosco! Comecei a entender tudo aquilo que meus amigos crentes diziam e comecei a entender o quanto fui tolo ao desfazer de meus irmãos, achava que sabia tudo, mais era eu que não sabia nada . Hoje, graças a DEUS posso entender alguns versículos da Bíblia, versículos estes que antes meus irmãos me diziam com o objetivo de me abrir os olhos, mas eu os fechava. “Porque o filho do homem veio buscar e salvar o perdido.” (Lucas 19.10.) “Porque DEUS amou ao mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna.” ( João 3.16.) “Ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.” (2 Pedro3.9.) “Pois todos pecaram e carecem da glória de DEUS.”(Romanos 3.23.) “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de DEUS é a vida eterna em Cristo Jesus nosso senhor.”(Romanos.6.23. E hoje para Glória do Senhor faço parte uma família de mais do que vencedores como esta escrito em RM 8:37 : "Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou." Contatos e convite Procure uma igreja evangélica para orientálo na libertação ou entre em contato conosco pelo telefone (31) 87891761, Sebastião Antônio Bitencourt. Ministro Titular na Comunidade Batista Shalom Int. do Bairro Veneza Ribeirão das Neves, MG email: snatonio@globo.com Sabittencourtt@hotmail.com.br
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Domingo - 18/11/2018 - 04:02:13