Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisbruna
Isso aconteceu no fim do ano de 2010. Eu estava vivendo uma fase de querer arrumar um compromisso, sossegar com alguém por assim dizer! Eu estava ficando com um rapaz na época, mas sabia que seria algo que não iria pra frente e ñ queria mais isso na minha vida... Comecei a procurar em sites de relacionamento, batepapos, etc. Acabou que conheci um rapaz 2 anos mais velho que eu, nós tínhamos os mesmos gostos e mesmo foco para o futuro: fazer faculdade de direito (ele já fazia). Marcamos de nos encontrar. No dia do encontro aconteceram coisas que na minha visão foi Deus me dando livramento... Ele me ligou pra confirmar e eu disse q iria, enquanto eu me arrumava para ir, na TV começou a dar uma noticia sobre jovens desaparecidos por causa de encontro marcados pela internet (fiquei meio cismada), mas mesmo assim fui. Quando entrei no ônibus estava ansiosa e ao mesmo tempo ñ querendo mais ir, mas algo me fazia ir... Quando estava prestes a descer do ônibus eu o vi, só q ele ñ tinha me visto, ele havia passado pro outro lado! Fiquei esperando ele no banco da praça, quando ele me viu fomos andando comecei a sentir meio q nojo, mas mesmo assim fui. De repente meu pé virou e eu estava sentindo muita dor, mas continuei. Ai perguntei para onde estávamos indo, ele disse q pra casa dele ver um filme eu nunca aceitaria uma resposta dessa, mas aceitei depois no meio do caminho perguntei se a mãe e o irmão dele estariam em casa ele disse q ñ... Ele me levou por uma rua que eu nunca vi na vida e eu sou péssima pra gravar caminho, quando estávamos subindo a rua pra chegar à casa dele eu parecia meio dopada. Quando paramos em frente ao portão minha perna virou chumbo eu ñ consegui levantála eu ñ sabia o q estava acontecendo, no meu intimo comecei a entrar em desespero, mas consegui levantar minha perna e seguir. Quando ele abriu o portão vi um dog alemão enorme no quintal e estava solto... Ele segurou o cachorro e me deu a chave pra abrir a porta. Entrei dentro da casa, coloquei a chave em cima da mesa, estava muito cansada, quando ele entrou o pedi água. Depois ele disse pra eu me sentar no sofá e ligou a TV. Ai eu comecei a dizer pronto já vi sua casa, vamos pra praça, ele me perguntou o porquê daquilo, mas eu simplesmente não queria estar ali... Ai ele subiu em cima de mim do nada e disse relaxa, eu fiquei apavorada – tem situações que você acha que nunca vão acontecer com você e quando acontece você entra em PÂNICO. Eu o empurrei com força ai ele cedeu ai eu me levantei e disse vamos pra praça já! Ai ele pediu desculpas, eu estava irada e apavorada – sem falar que o lugar era um pouco isolado, acredito se fosse caso de gritar ninguém me ouviria! Ai ele disse pra eu me sentar ao lado dele, eu cedi, acredito que por medo, mas ele foi abusando de novo! Me levantei e disse vamos! Só o que me fazia esperálo era o fato do cachorro gigante dele não ter ido com a minha cara quando entrei... latia pra mim o tempo todo e ficava me olhando pela porta!!! Ai ele disse q pegaria a chave (estava contrariado) na cozinha (eu não tinha pensado nisso na hora, mas quando estava pensando nessa situação depois lembrei que eu deixei a chave na mesa, o que ele foi pegar na cozinha?). Não sei o que me deu, foi uma coragem que nunca senti na vida, sai, abri a porta e dei de cara com o cachorro e ele não em fez nada, simplesmente me seguiu e quando cheguei ao portão que começou a latir e tomar uma atitude, mas já era tarde! Ai eu gritei que o esperaria no portão, só que no meu intimo eu sentia q deveria ir... De repente não sei se ouvi ou se senti essa mensagem dentro de mim de uma maneira que não esquecerei: CORRE! Eu nunca corri tanto na minha vida, eu sabia o caminho todo entrei numa rua que eu não conhecia e como disse no decorrer do texto não sou boa em gravar caminhos e sai na rua principal uns 3 pontos depois de onde tinha soltado no meu ônibus, corria feito louca as 3 da tarde até que cheguei a um ponto de ônibus mais longe, com medo dele me encontrar eu olhava pra trás diversas vezes. Meu ônibus é de uma linha que demora a passar, normalmente uns 50 minutos e sei que na hora que cheguei ao ponto meu ônibus não demorou nem 5 minutos, o horário que ele passou lá não condizia com o rotineiro... Ao me sentar dentro do ônibus eu só sabia chorar, me sentia suja e pensava que poderia ter sofrido estupro ou, pior, morrido, já que até hoje não sei o que ele foi pegar naquela cozinha... Tenho plena consciência que Deus me livrou e agiu na minha vida!!! Hoje minha vida é adorar e exaltar a Deus!!! Amote Senhor e obrigado por ter agido em minha vida!!!
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Domingo - 18/11/2018 - 00:38:05