Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisGisele Aparecida Maximo
Meu nome é Gisele Aparecida Máximo. Moro em PARAGUAÇU MG. Meu testemunho é de muito sofrimento. Passei por varias conturbações na minha gravidez. Primeiramente comecei a morar com um rapaz mais novo que eu cinco anos, mas isso até que não era o problema. A gente namorava e eu nunca notei nada de mais nele, pra mim e aos olhos das pessoas ele era o homem mais lindo e perfeito. Dias, meses e anos se passarão, meu amor ficava ainda mais forte por ele, até ai tudo bem! Pra mim, eu estava vivendo num conto de fadas que nunca iria acordar. Ele tinha uma avozinha que amava muito, eu estava na casa dele num domingo à tarde, vieram me avisar que ela tinha sofrido um enfarte e não resistiu faleceu, foi terrível ele sofreu muito. A partir dai iria começar o meu sofrimento! O meu namorado em depressão e começou a tomar remédios, muitos remédios controlados, mas ele não respeitava a medicação certa, tinha dia que eu chegava na casa dele ele não estava, deixava notícia que ele tinha ido para o hospital, ele começou a tentar suicídio. Tomava vários remédios de uma vez. Conversávamos muito, mas ele me dizia que era por causa da avó dele que não suportava a perda dela; eu acreditava, pois meu amor por ele chegou a ponto de passar por cima de meus pais. Por causa dele meus pais não apoiava meu namoro. Achavam ele muito infantil. Ele deu de melhorar, estávamos indo bem já estávamos com três anos e meio de namoro. Acabamos por avançar o sinal em nosso namoro, e no outro mês descobrir que estava grávida. Foi uma noticia maravilhosa, pois tinha certeza que eu o amava e era mais uma forma dele ser meu pra sempre. Foi minhas irmãs que notaram minha gravidez, bem fui até a casa dele contar a maravilhosa noticia e quando ele soube ficou desesperado, pois nunca trabalhou na vida dele e ainda estava na depressão. Na mesma hora falou que nunca ele ia aceita esse filho. Mandou-me abortar. Foi a maior tragédia da minha vida. Disse a ele que não, faria tudo, mas menos abortar. Passado alguns dias ele me pediu alguns dias pra cair na REAL. A mãe dele soube da noticia mas deixou pra gente resolver. Enquanto isso minha mãe não sabia de nada, somente minhas irmãs eu trabalhava. Ainda trabalho numa confecção de ternos, porém amo meu serviço que estou a seis anos na benção de DEUS. Quando cheguei do trabalho encontrei meu namorado na minha casa me esperando, ele vem ao meu encontro dizendo que precisava conversar comigo. Tomei meu banho e saímos. Ele me levou a casa do pai dele, pois os pais eram separados, ai conversarmos muito pensei que iria entrar num acordo. Resolvermos ter nosso neném, o pai dele me deu um chá com biscoito pensei que não tinha nada a ver tomar o chá, tudo bem! No outro dia amanheci passando mal. Fui para o meu trabalho passando mal e piorei lá. Me levaram para o hospital mal mesmo, o medico me examinou e disse que foi por Deus que eu não perdi o meu neném, pois tinha dado começo de aborto. Contei a eles o que eu tinha tomado a noite era apenas o chá que o meu namorado tinha me dado. Fiquei muito mal, com isso me levaram para minha mãe que ficou sabendo e ficou triste, mas ficou comigo me ajudando e eu terminei a relação apesar do amor por ele ser grande. Talvez seja melhor assim, passarão dois meses de gravidez ainda sofrendo por estar longe dele, e fiquei sabendo de uma terrível noticia que o pai do meu neném tinha se transformado em homossexual. Desde ai comecei a ter problemas na minha gravidez, tive sangramento minha gravidez inteira. Entrei em depressão, tomava remédio dia a dia. Minha mãe sempre comigo, dormia e acordava sempre do meu lado, chorava sempre comigo. Nunca ninguém da família dele me procurou pra saber de mim. No meu sétimo mês de gravidez minha depressão estava altíssima, tinha perdido o sentido da vida e tentei abortar três vezes, mas deu errado. Minhas irmãs começaram a ir a uma igreja evangélica e me trazia todos os dias o evangelho pra mim, parece que todas as vezes o evangelho era pra mim. Sempre me dizia pra não desanimar que o melhor de DEUS ainda estava por vir. Chegou o grande e esperado dia da enviada por DEUS: minha filha THAFFINY GABRIELLY MAXIMO. Ela nasceu, mas o sofrimento ainda não acabou, ela pegou uma infecção no sangue que precisaria de um tratamento no hospital onde iria ter que trocar o sangue dela. Pensei em morrer na mesma hora vendo minha filha sofrer daquele jeito. Não iria agüentar, mas dias se passarão e ela foi liberada no oitavo dia de vida. Saímos do hospital e eu ainda estava com depressão. Fui me curando aos poucos e minha filha ficava saudável dia a dia, comecei a ir na igreja que minhas irmãs iam Logo me batizei e me tornei evangélica. Aceitei o meu SENHOR JESUS COMO MEU ÚNICO SALVADOR, VERDADEIRO AMIGO de todos os dias da minha vida. Mas não acabou não, ainda tem as bênçãos que DEUS FEZ pra mim, retornei ao meu trabalho na FÉ DE DEUS. Eu ainda chorava muito por minha filha ser rejeitada pelo pai dela. Hoje estou noiva, Deus me deu um amor ainda maior e verdadeiro, aprovado por Ele e por todos que me amam muito e minha filha também. O nome dele é GUILHERME HENRIQUE XAVIER. DEUS SABE QUANDO É A HORA CERTA DE SEUS MILAGRES ACONTECEREM, NÂO SE DESESPEREM. DEUS NUNCA NOS ABANDONA. Que a paz esteja no coração de todos AMÊM. Meu nome é GISELE APARECIDA MÀXIMO PARAGUAÇU MG. Tchau, um abraço.
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Domingo - 22/07/2018 - 04:10:30