Home.
   
Leia os testemunhos.
Busca por palavra.
Busca por gênero.
Melhores testemunhos.
Mais lidos.
   
Envie seu testemunho.
   
Quem somos.
Fale conosco.
Indique este site.
Receber novos testemunhos no seu email .
   
Livros.
   
Bíblia on line.
Chat.
Cartão Postal.
 

Mande um email para o autor deste testemunho - elogie, apóie, conforte ou saiba maisWellington Ferreira
Há exatamente cinco anos conheci minha esposa. Namorávamos e conversávamos sobre um futuro promissor, só que não imaginávamos que seria tão rápido. Tínhamos apenas quatro meses de namoro quando decidi assumir um compromisso para morarmos juntos, pois a mesma estava grávida. No começo todos diziam que não ia conseguir, pois ganhava um salário de apenas R$ 322,00 (salário mínimo), mas pelos olhos da fé sempre acreditei. Sempre acreditávamos que Deus nós daria vitória e assim veio a primeira benção. Passei a ser funcionário efetivo da empresa a qual trabalho e o salário passou para r$ 590,00 mais os benefícios. Glória a Deus!! Em seguida recebi minha segunda benção. Minha sogra nos chamou para morarmos em uma casa da família que não estava alugada, pois minha esposa era filha única e um dia, seria dela mesmo. Mas ai vieram as grandes batalhas. A partir deste momento não tínhamos mais paz, o terreno era grande e havia muitas frutas e árvores e o padrasto de minha esposa não saia de lá. Começou um leve traz, muitas fofocas e em fim, minha sogra nós pressionava a todo o momento para que construíssemos muitas coisas em seu terreno e dizia que o terreno nunca seria da minha esposa, pois ela não apoiava nosso relacionamento. Todos queriam nós separar, até que um dia veio a terceira vitória. Meu supervisor disse que pelo fato de eu ter bom relacionamento com os clientes, haveria a possibilidade de eu ser promovido, só que teria que passar pela entrevista com meu gerente. Assim se procedeu, fui chamado em uma segunda-feira na empresa e ao chegar lá me debati com todos outros funcionários que tinham a mesma função que eu. Perguntei-me, será que todos farão a entrevista com o gerente? Me enganei, pois havia chegado um comunicado de que todos seriam desligados, pois haveria uma a terceirização. Foi muito triste ver todos chorando e pensar que estaria ali para uma entrevista, então liguei para minha esposa que me deu muita força. Pelo telefone ela disse que acreditava em mim e que tudo ia dar certo, mas ficou uns segundos caladas e me perguntou: você não fez uma entrevista na última sexta-feira, e eu disse sim. Então ela me falou para ligar para meu supervisor, pois poderia ser que não era para eu estar ali. Em seguida liguei para o meu supervisor e falei do ocorrido e ele me disse: Wellington, fique tranqüilo, seu nome está na lista de corte, mas você é o único que não vai ser mandado embora, - Glória Deus. Mas ai veio a segunda grande batalha, cheguei em casa muito feliz e contei a minha esposa que havia sido promovido e que teria que comprar uma moto e me adaptar por três meses na nova função, como experiência. Compramos a moto com muita dificuldade e logo em seguida meu filho de apenas dois anos ficou muito doente e sua saúde oscilava muito. Depois do primeiro mês de experiência decide chamar um amigo e sua família para almoçarmos. Ai veio o grande problema, minha sogra achava que estávamos esbanjando muita felicidade pela minha promoção e falou que se não construíssemos algo no terreno o mais rápido possível, teríamos que arranjar outro lugar para morar. Esta notícia entristeceu muito minha esposa, pois sendo ela a filha única, não entendia o motivo de tamanha agressão. Eu chorava escondido sem que ela pudesse ver e orava muito nas madrugadas, clamando ao Senhor, pois eu não tinha condições de sair para um aluguel. Estávamos pagando a moto e sustentando a família e ainda com apenas dois meses de experiência no novo serviço. Na mesma semana minha esposa achou um apartamento em sg no gradin então deixei a moto em casa e fui até a imobiliária pegar a chave para ver o apartamento. Minha esposa gostou e disse que seria esse e eu muito preocupado, pois tinha apenas R$ 5,00 na carteira para a passagem de volta para casa. Mas eu tinha orado ao Senhor e ele me daria um sinal, Então pegarmos a kombi para entregar as chaves na imobiliária e meu filho começou a passar mal e tivemos que ir primeiro ao pronto socorro. Ao chegar ao pronto-socorro, meu filho melhorou e decidimos cancelar a consulta e minha esposa pediu para ir ao banheiro. Ao voltar me falou que encontrou um dinheiro vinte reais e que não tinha como achar o dono. Não tinha ninguém por perto e se entregássemos na recepção, apareciam vários donos, sendo assim, seguimos para imobiliária para entregar as chaves e encontramos com varias pessoas querendo ver o apartamento para alugar. A funcionária da imobiliária exclamou dizendo: poxa como vocês demoraram, tem muita gente querendo alugar este apartamento! Vocês gostaram? Minha esposa respondeu que sim. A funcionária questionou se íamos alugar, e afirmou que tínhamos que pagar uma taxa. Eu fiquei quieto e minha esposa perguntou qual seria o valor. A funcionária disse era de vinte e cinco reais e era justamente os cinco que eu tinha no bolso e os vinte reais que minha esposa tinha achado minutos atrás Deus é fiel sempre. Depois que mudamos para apartamento nossa vida só prosperou. Ganhei mais duas promoções e nunca nos faltou nada. Hoje eu e minha família servimos ao Senhor Jesus. A família da minha esposa passou nos admirar.M Minha sogra agora é uma serva de Deus e o Senhor nós tem dados muitas vitórias. Hoje tenho meu carro e moramos em uma bela casa própria para honra e glória do senhor Jesus. Posso todas as coisas naquele que fortalece. Filipenses 4.13. Testemunho de fé de Wellington
Clique aqui e mande este Testemunho por email para um amigo Clique aqui e envie este Testemunho  para um amigo
Clique aqui e imprima este Testemunho
 

Domingo - 22/07/2018 - 04:06:20